Buscar
  • Assessoria de Imprensa – SantosPress Comunicação I

Projeto Ondas celebra Semana do Meio Ambiente com foco na conscientização e educação ambiental

De acordo com o Global Burden of Disease 2019, estudo da Universidade de Washington que avalia a exposição geral à poluição e calcula o risco de mortalidade, a poluição é responsável pela morte de cerca de 9 milhões de pessoas por ano.

Buscando oferecer conscientização e educação ambiental aos seus alunos e, por tabela, às famílias atendidas, o Projeto Ondas, que promove a inclusão social e o desenvolvimento integral de crianças e adolescentes em situação de vulnerabilidade socioeconômica, através do apoio escolar, prática do surfe e assistência psicossocial, recebeu a oceanógrafa e educadora ambiental, Talia Santos para ministrar uma palestra focada aos jovens atendidos pela ONG.

Talia explica a importância da Semana do Meio Ambiente para a realização de ações ecológicas e, principalmente, de educação ambiental para os mais jovens.

"É o momento de olhar para a natureza e para o meio ambiente e entender que fazemos parte dela e que ações para convivermos em harmonia com a natureza são cruciais, principalmente, para nossas crianças e adolescentes, já que quando elas nascem, elas já estão muito conectadas à natureza e assim crescem engajadas com o meio ambiente".

A coordenadora de projetos da ONG, Beatriz Laurindo, fala sobre a motivação que leva o Projeto Ondas a celebrar estas datas.

"São importantes para destacar o valor da ecologia e da educação ambiental e transmitir a essencialidade de cuidarmos do meio ambiente para nossas crianças e jovens".

A ecologia e a educação ambiental fazem parte das práticas pedagógicas dos programas do Projeto Ondas. O objetivo é despertar nos alunos o pertencimento ecológico, visando com que os jovens aprendam a se relacionar de forma saudável com a natureza, contribuindo para a preservação e conservação dos recursos naturais.

Nos programas, essa aprendizagem se traduz, por exemplo, no entendimento das condições climáticas; no sentimento de pertencido ao todo (ambiente); na compreensão de que a natureza é intrínseca à prática do surfe; no cuidado e preservação do meio em que se vive; no respeito à biodiversidade marinha, marés, clima, entre outros.

0 visualização0 comentário