Av. Almirante Tamandaré nº 87

Jardim Três Marias (Praia da Enseada)

Guarujá - SP

Cep 11440-470

contato@projetoondas.org.br

 

+ 55 (13) 3355-6347​

​+ 55 (13) 33717902 ​

+ 55 (13) 99671-7902

  • Facebook
  • Instagram
  • YouTube

O SURF É LINGUAGEM para o aprendizado 

Em função de nossa trajetória, acreditamos na capacidade educativa do surfe, entendendo-o como atividade física, estilo de vida, integração e respeito à natureza, e interação social.

Ao considerar o surfe como este conjunto de elementos e, portanto, como linguagem educativa, promovemos nas crianças e adolescentes uma série de habilidades e valores que refletem em aprendizagens significativas, não apenas no âmbito intelectual, mas também físicas, emocionais, culturais e sociais.

Dividimos essas aprendizagem em 10 categorias: 

1. CONHECIMENTO

Nas práticas pedagógicas ligadas ao surf, essa aprendizagem se traduz, por exemplo, na observação e compreensão das condições climáticas, geográficas e socioambientais proporcionadas pelo mar e dos elementos e materiais necessários para surfar; na identificação dos aspectos físicos e biológicos do corpo humano; na capacidade de reconhecer e distinguir membros de uma espécie e de determinar relações entre as diversas espécies; no conhecimento acerca da ecologia; no entendimento da história e memória dos países onde o surf é realizado; na compreensão da própria história e memória do surf; entendimento dos processos de fabricação de equipamentos necessários para surfar, entre outros.

2. PENSAMENTO CIENTÍFICO, CRÍTICO E CRIATIVO

Nas práticas pedagógicas ligadas ao surf, essa aprendizagem se traduz, por exemplo, na observação e investigação das condições climáticas, geográficas e socioambientais proporcionadas pelo mar; na investigação e reflexão sobre as mudanças climáticas; na criação de soluções para a preservação da natureza; no uso da curiosidade para compreender as situações apresentadas e da criatividade para resolução de conflitos; na tradução de princípios matemáticos para a prática; na criação e manutenção de equipamentos; na interpretação de informações científicas e empíricas relacionadas à natureza; na investigação e percepção das mudanças de maré que ocorrem conforme as condições climáticas, entre outros.

3. REPERTÓRIO CULTURAL

Nas práticas pedagógicas ligadas ao surf, essa aprendizagem se traduz, por exemplo, na valorização da cultura caiçara; no exercício e valorização do brincar na natureza; nas diferentes formas de registro do surf (fotografia, cinema, artes visuais, música, moda); na compreensão do surf como uma cultura em si e modo de vida; na compreensão das diferentes culturas e territórios que praticam o surf; no conhecimento e valorização da cultura e dos saberes produzidos no Guarujá; no entendimento dos processos de fabricação de materiais necessários para surfar e sua relação com a  cultura local, entre outros.

4. comunicação

Nas práticas pedagógicas ligadas ao surf, essa aprendizagem se traduz, por exemplo, em práticas de comunicação não violenta; no exercício da convivência com o outro; na valorização da diversidade e do convívio; nas línguas e expressões faladas; na expressão dos corpos para transmissão de mensagens; no registro e compartilhamento das informações e experiências ligadas ao surf; entre outros.

5. Projeto de vida

Nas práticas pedagógicas ligadas ao surf, essa aprendizagem se traduz, por exemplo, na compreensão dos obstáculos enfrentados ao longo da vida; no exercício de resiliência; na compreensão de novas possibilidades; na construção do sentido de coletividade; na valorização do bem-estar e da saúde; na capacidade de realizar escolhas; nas possibilidades da cadeia econômica do surf; no reconhecimento da importância de estar em contato com a natureza, entre outros.

6. Autoconhecimento e autocuidado

Nas práticas pedagógicas ligadas ao surf, essa aprendizagem se traduz, por exemplo, em práticas de concentração, confiança, equilíbrio, frustração, liberdade e autonomia; na compreensão dos limites físicos e psicológicos de cada um; na percepção do espaço e do corpo; no cuidado com o corpo e prevenção da saúde, entre outros.

7. EMpatia e cooperação

Nas práticas pedagógicas ligadas ao surf, essa aprendizagem se traduz, por exemplo, na colaboração e cuidados com o outro no mar; na preparação dos equipamentos; na atenção com a onda certa e com os demais colegas nas ondas; no respeito aos diversos níveis de desenvoltura no surf; no entendimento da prática do surf como parte de um todo no meio ambiente, entre outros.

8. Responsabilidade e cidadania

Nas práticas pedagógicas ligadas ao surf, essa aprendizagem se traduz, por exemplo, na compreensão das condições para que o surf aconteça; no exercício e valorização do surf como prática coletiva; no fomento de comportamentos éticos e responsáveis consigo mesmo e com o outro no mar; na compreensão do contexto local em que a prática é realizada; na organização e corresponsabilização pelos materiais; na solidariedade, cuidado e respeito entre os surfistas, com os demais usuários da praia e com o meio ambiente, entre outros.

9. consciência Corporal

Nas práticas pedagógicas ligadas ao surf, essa aprendizagem se traduz, por exemplo, no ato de aquecer; ao surfar; no reconhecimento das possibilidades do corpo; no reconhecimento da importância no uso de todos os sentidos; na relação e limites que se tem com o mar; na percepção do corpo em contato com a natureza; no conhecimento prévio da capacidade do corpo que antecede estar no mar; no cuidado com o corpo na relação com a natureza (sol, água salgada, areia), entre outros.

10. Pertencimento ecológico

Nas práticas pedagógicas ligadas ao surf, essa aprendizagem se traduz, por exemplo, no entendimento das condições climáticas; no sentimento de pertencido ao todo (ambiente); na compreensão de que a natureza é intrínseca à prática do surf; no cuidado e preservação do meio em que se vive; no respeito à biodiversidade marinha, marés, clima, entre outros.
No entanto, a prática do surf, por si só, não reflete na apropriação de todos estes conhecimentos por parte de seus praticantes. É necessária a presença de um educador mediando e práticas pedagógicas para que todas as aprendizagens se efetivem e ganhem significado — intencionalidade pedagógica.
Por isso, o Projeto Ondas se estrutura em três programas — Onda Esportiva, Onda do Saber e Ondas da Convivência — que, de forma integrada, permitem o desenvolvimento destes elementos em seus educandos.